Ligue-se a nós

+Noticias

Câmara de Eunápolis fará Sessão Especial em homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra

Publicado

no

Câmara de Eunápolis fará Sessão Especial em homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra 23

Em Sessão Especial, convocada pelo presidente Jorge Maécio (PP) para o dia 25 de Novembro, a Câmara de Vereadores de Eunápolis, artistas e convidados vão comemorar o Dia Nacional da Consciência Negra (celebrado em 20 de novembro) como forma de ressaltar as dificuldades que ainda precisam ser enfrentadas para superar a desigualdade racial no Brasil.
A data foi instituída oficialmente em 2011 com o objetivo de homenagear Zumbi dos Palmares, herói da resistência negra contra a escravidão no Brasil. Esta é a primeira vez que o Legislativo eunapolitano comemora a data.

Esta Sessão Especial será realizada logo após a sessão ordinária e contará com apresentação Samba de Roda; Recital de Poesia; apresentação Musical de Rap em uma mistura de rimas, ritmo e poesia com a participação de jovens do Bairro Rosa Neto. O evento termina com apresentação de uma Roda de Capoeira.

Dois grupos tradicionais vão se apresentar no auditório principal. Os alunos do Ponto de Cultura Capoeira Raça do Contra-Mestre Wilson Bittencourt, que treinam no espaço da Escola Gabriel José Pereira, no Bairro Centauro, e os alunos do Grupo MCA Capoeira, sob a coordenação do Contra-Mestre Diel, cujo treinamento é feito na Escola Municipal Frei Giuseppe Iacoiello, no Bairro Tiago de Mello II.

As apresentações serão no plenário do primeiro pavimento, observando o uso de máscaras e de álcool em gel e o distanciamento social.

DIA MUNICIPAL DA CAPOEIRA

Nesta sexta-feira (19 de novembro) é comemorado em Eunápolis o Dia Municipal da Capoeira. A data foi instituída no calendário local em 2015, quando a Câmara Municipal aprovou projeto de lei de autoria do vereador Lucas Leite (PT) reconhecendo a Capoeira como Patrimônio Imaterial do Município, protegendo e salvaguardando esta manifestação cultural de origem genuinamente afro-brasileira, no sentido de divulgar e perpetuar esta cultura popular.

Em todo o país, é possível encontrar as famosas “rodas de capoeira”. Além dos golpes e movimentos ágeis, a música também está presente e é considerada essencial na prática do esporte. Os capoeiristas não aprendem somente a lutar, mas também a cantar e tocar instrumentos como o berimbau, típico desta manifestação cultural.

Por Ascom/CME – Fotos: Divulgação

Anúncio

Publicidade

Previsão do Tempo

Publicidade