Ligue-se a nós

+Noticias

Bolsonaro chega a Dubai para semana de agenda no Oriente Médio

Publicado

no

Bolsonaro chega a Dubai para semana de agenda no Oriente Médio 21

Jair Bolsonaro chega a Dubai ao lado da primeira-dama Michelle Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desembarcou hoje em Dubai para uma semana de agendas em países do Oriente Médio. Acompanhado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, o presidente estava de máscara e seguiu diretamente para o hotel no qual ficará hospedado nos Emirados Árabes Unidos.

Dubai é o primeiro destino de uma viagem em que Bolsonaro busca investimentos, além da discussão de ações para a retomada da economia. O presidente ainda visitará Manama, no Bahrein, e Doha, no Catar.

Integram a comitiva os ministros Paulo Guedes (Economia), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Walter Braga Netto (Defesa), Carlos França (Relações Exteriores), Gilson Machado (Turismo) e Bento Albuquerque (Minas e Energia).

Neste sábado (13), Bolsonaro se encontrou com o primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos, o xeque Mohammed bin Rashid Al-Maktoum, na Expo 2020. A exposição em Dubai conta com a presença de diversos países e foi adiada para este ano devido à pandemia.

Após a reunião, em declaração à CNN Brasil, Bolsonaro disse ter se sentido “honrado” em ser recebido pelo xeque.

“Os interesses existem de ambas as partes”, afirmou. As conversas ao longo da viagem devem ter como foco as áreas de agropecuária, defesa e educação.

O deputado federal e filho do presidente, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), também está na comitiva. Ele afirmou, pelo Twitter, que o pai presenteou o xeque com o Grande Colar da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, uma espécie de honraria.

É esperado que o presidente visite ainda a feira de aviação Dubai Airshow e se encontre com o príncipe herdeiro de Abu Dhabi, Mohamed Bin Zayed Al Nahyane, para a assinatura de acordos.

Na Dubai Airshow, o Ministério da Defesa brasileiro vai firmar um memorando de entendimento com o Internacional Golden Group, empresa que fornece produtos às Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos, informou a pasta. O acordo prevê o desenvolvimento, a produção e a comercialização de produtos de Defesa, disse, em nota, sem entrar em detalhes.

“Os Emirados Árabes Unidos estão entre as cinco nações que mais adquirem produtos brasileiros neste segmento. De 2019 a 2020, o Brasil exportou àquele país US$ 426,2 milhões. A relação do Brasil com o EAU foi fortalecida em 2019, quando o governo brasileiro firmou dois acordos com o Fundo Tawazun, visando à expansão da capacidade produtiva na área de Defesa.”

Na terça-feira (16), o presidente seguirá viagem pelo Bahrein, onde inaugurará a embaixada do Brasil na capital Manama e se encontrará com o rei Hamad ben Issa Al-Khalifa.

Já em Doha, capital do Catar, na quarta (17), o presidente deve se encontrar com o emir Tamim ben Hamad al Thani e provavelmente visitará o Estádio Lusail, que sediará a final da Copa do Mundo de 2022.

Segundo o Ministério da Defesa do Brasil, na quarta, o governo vai assinar um memorando de entendimento com a pasta homóloga do Catar com o objetivo de expandir parcerias estratégicas e comerciais no setor. “Nos últimos dois anos (2019 e 2020), o Catar adquiriu US$ 51,6 milhões em produtos da Base Industrial de Defesa brasileira.”

O governo federal afirmou ainda que o portfólio brasileiro é “composto por aeronaves, embarcações, ferramentas cibernéticas para proteção de
dados, radares, sistemas seguros de comunicação, armamento, entre outros itens de alta tecnologia”.

A previsão é que Bolsonaro retorne ao Brasil na próxima quinta-feira (18).

Bolsonaro esteve nos Emirados Árabes Unidos durante o primeiro ano de sua gestão, em 2019, quando assinou uma série de acordos de cooperação aduaneira, comércio, defesa e intercâmbio de informações.

*Com informações da agência AFP.

Fonte: https://noticias.uol.com.br/

Anúncio

Publicidade

Previsão do Tempo

Publicidade