Ligue-se a nós

TV

UMA QUASE DUPLA: Cauã Reymond pira com Tatá Werneck: Lambidas, cara inchada e embriaguez

Publicado

no

UMA QUASE DUPLA: Cauã Reymond pira com Tatá Werneck: Lambidas, cara inchada e embriaguez 20

Após papéis dramáticos, Cauã Reymond faz um policial atrapalhado no filme Uma Quase Dupla. O ator diz que pirou nas filmagens com Tatá Werneck e aprendeu muito de humor com a atriz. Ele não fazia comédia havia oito anos. Lamber chão, gravar bêbada e ficar com a cara inchada são bastidores divertidos que os dois revelam dessa jornada.

Durante o lançamento do longa-metragem em São Paulo, os atores estavam bem à vontade e entrosados. Tatá não perdeu nenhuma oportunidade de fazer piadas sobre a possibilidade de tirar uma casquinha do bonitão. A zoação é algo comum nas entrevistas que atriz concede.

Difícil é saber quando é brincadeira e quando ela está falando sério. “As pessoas sempre perguntavam se haveria torcida pelo casal, que teoricamente não teria química, porque as pessoas colocaram o Cauã em um lugar [faz sinal de fora do seu alcance]… E rolou”, diz Tatá.

No longa, eles interpretam a dupla Keyla e Claudio, e não um par romântico, apesar de ter cena de beijo entre os dois. A comédia estreia dia 19 e faz brincadeira com clichês de filmes de ação e investigação.

O diretor Marcus Baldini conta que Tatá é muito louca. A atriz sugeriu ideias surreais para colocar em ação no filme, como “lamber o chão e os dedos do cadáver” (do assassinato investigado) atrás de pistas. “E ela lambia mesmo”, comenta o diretor.

UMA QUASE DUPLA: Cauã Reymond pira com Tatá Werneck: Lambidas, cara inchada e embriaguez 21

“Eu queria fazer coisas muito mais bizarras”, diverte-se a comediante. Ela revela até que gravou uma cena embriagada. “Eu não bebo, mas, no último dia, falei: ‘Vou só dar um brinde’ e…. Fiquei absolutamente ‘trêbada’.”

Já o galã não consegue ser muito engraçado fora de cena, mesmo quando tenta contar um fato que acha divertido dos bastidores.

“Eu fiquei em um hotel no meio do mato, meio esotérico, que tinha uma casa de cristal, magnética, toda de vidro. Quis passar uma noite lá e dormi em cima de uma almofada de coelho. No dia seguinte, eu estava com o rosto desse tamanho [faz um sinal de enorme]”, conta o ator.

“Não é tão engraçado assim, mas eu lembrando era.” Com a cara inchada, possívelmente por alergia, ele teve de ficar colocando gelo para desinchar e poder filmar suas cenas.

O galã conta que vai gravar agora a segunda temporada de Ilha de Ferro, série da Globo para o seu novo serviço de streaming que ainda não tem data para ser lançado. Ele estrela o projeto com Sophie Charlotte e Maria Casadevall.

Reymond vai filmar ainda neste ano Dom Pedro, longa-metragem em que atua também como produtor. Reymond só voltará às novelas no ano que vem. Ele foi reprovado para fazer Beto Falcão em Segundo Sol por falta de rebolado, apesar de negar isso. Oficialmente, o ator diz que precisava descansar sua imagem.

“Foi o desejo de parar um poquinho, a vontade que eu tenho de as pessoas sentirem saudade, sabe?”, comenta. Na volta ao horário nobre, ele será par romântico de Paolla Oliveira em Troia.

Já Tatá vai se dedicar à nova temporada do Lady Night, no Multishow, depois que encerrar as gravações de Deus Salve o Rei no final deste mês.

Fonte: http://noticiasdatv.uol.com.br

Anúncio

Publicidade

WEB RÁDIO QUEAGITO

Publicidade

Previsão do Tempo