Paula do ‘BBB19’ pode pegar pena de três anos de reclusão por acusação de injúria; entenda

Compartilhe nossas matérias nas Redes Sociais

Paula do 'BBB19' pode pegar pena de três anos de reclusão por acusação de injúria; entenda 1

De acordo com o delegado Gilbert Stivanello, titular da Delegacia de Combate a Crimes de Racismo e Intolerância do Rio de Janeiro (Decradi), a atual participante do “BBB19”, Paula von Sperling, pode pegar pena de reclusão caso seja condenada por injúria e a justiça entenda que ela teve “o intuito ou sabia da possibilidade de ofender com sua fala”. A pena para este tipo de crime pode ser de um até três anos de prisão, além do pagamento de multas.

PUBLICIDADE

 

Segundo o UOL, a Decradi abriu uma investigação para apurar as falas ofensivas de Paula sobre o recém eliminado Rodrigo. O inquérito foi aberto um dia depois da mineira ter dito que sentia medo de Rodrigo fazer contato “com esse negócio de Oxum” e logo em seguida afirmar que “nosso Deus é mais forte”.

 

Stivanello afirmou que a atitude da sister “trata-se de injúria por preconceito alusivo à religião”, mas deixou claro que “há outros institutos processuais alternativos aplicáveis que podem evitar a imposição de pena de prisão (reclusão) e que “nessa parte a resposta ficará com o Judiciário”.

 

Fora do reality desde a última terça-feira (2), Rodrigo prestou depoimento nesta sexta-feira (5) e o delegado espera que Paula também seja ouvida quando for eliminada ou ao término do programa que encerra sua edição na próxima sexta-feira (12).

 

A irmã de Paula e também advogada da sister, Monica von Sperling, defendeu a participante e afirmou que está preparada para um provável denúncia por parte de Rodrigo. “É um direito dele, se por algum motivo se sentiu ofendido. Fico chateada apenas por conhecer a Paulinha e saber que ela jamais agiu ou agiria com o intuito de ofender alguém”, disse.

Fonte: bahianoticias.com.br

Comentários

Comentários