Ligue-se a nós

Saúde

Unimed tinha esquema com médicos para reaproveitar material cirúrgico em 6 hospitais no Rio de Janeiro

Publicado

no

Unimed tinha esquema com médicos para reaproveitar material cirúrgico em 6 hospitais no Rio de Janeiro 18

Denúncia do Fantástico pode ser a ponta do iceberg do que acontece em muitos hospitais do país, inclusive com materiais ortopédicos.

No último domingo, 24 de julho, o programa Fantástico exibiu mais uma reportagem repugnante envolvendo médicos (dessa vez cardiologistas), mostrando um esquema criminoso diante das leis brasileiras de reciclagem de material cirúrgico hospitalar para uso de exames na área de cardiologia, como o cateterismo.

O reaproveitamento do material era feito sem nenhum critério de segurança para os pacientes e sem acompanhamento da Vigilância Sanitária que proíbe o procedimento. A prática foi flagrada em 5 hospitais particulares que tinha convênio com a Unimed e no hospital próprio do plano de saúde.

O pior, é que o esquema pode estar acontecendo em hospitais de outros estados, pela naturalidade e facilidade com que os médicos agiam. O objetivo é ganhar mais dinheiro nos procedimentos cirúrgicos. Os médicos recebiam do plano de saúde uma compensação por usarem o material reciclado. Alguns se defenderam alegando que a prática não oferece risco aos pacientes.

CLIQUE AQUI E VERJA A REPORTAGEM DO FANTÁSTICO

Anúncio

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Previsão do Tempo

Todos os direitos reservados © 2009-2022 - Que Agito. CNPJ:12.054.600/0001-11
Site desenvolvido por Júnior Tavares

Share via