Renault Duster recebe modificações e vira Papamóvel

PUBLICIDADE
COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS SEUS AMIGOS

Até o Papa está se rendendo à febre dos SUVs. A Dacia, subsidiária romena da Renault, doou um Duster para ser usado como Papamóvel pelo pontífice Francisco, conforme noticiou o site britânico Autocar.

PUBLICIDADE

A adaptação partiu de um Duster de segunda geração, que teve o teto removido para dar lugar à cobertura de vidro. Além disso, a suspensão foi rebaixada em 30 mm para facilitar o acesso à cabine e foi adicionado um banco traseiro mais confortável para o Papa – o SUV manteve a estrutura original de cinco assentos. Por fora, o Duster exibe pintura branca, com acabamento bege no interior.

Não há informações sobre a motorização, mas sabe-se que o modelo conta com a tração 4×4. Ou seja, pode trazer o motor 1.4 turbo de quatro cilindros e 130 cv ou o 1.5 turbodiesel de 115 cv. Independente de qual seja o motor, a transmissão é a manual de seis marchas.

Historicamente, o Papa já adotou como veículo oficial modelos como Mercedes-Benz Classe M, Jeep Wrangler e até um Fiat 500L. Ele também já usou um Logan no passado, durante visita à Armênia, em 2016, seu contato anterior com a marca Dacia.

Fonte: https://revistacarro.com.br/


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS SEUS AMIGOS

Comentários

Comentários