Ligue-se a nós

Noticias destaque

Com informações sobre tecnologias e inovações, Fórum Brasil Agroflorestal impulsionou desenvolvimento econômico regional

Publicado

no

Com informações sobre tecnologias e inovações, Fórum Brasil Agroflorestal impulsionou desenvolvimento econômico regional 26

Evento reuniu produtores e empresas do setor agroflorestal do Sul da Bahia e foi oportunidade de negócios para região

Eunápolis, 26 de setembro de 2022 – Compartilhar informações sobre novas tecnologias e inovações relacionadas ao setor agroflorestal, além de ser uma oportunidade de novos negócios para as empresas e microempresas regionais, fortalecendo o desenvolvimento econômico da região. Estes foram os principais objetivos do Fórum Brasil Agroflorestal, realizado pela Associação dos Produtores de Eucalipto do Extremo Sul da Bahia (ASPEX), de 21 a 23 de setembro, na cidade de Eunápolis.

O evento contou com o patrocínio da Veracel Celulose, empresa que atua há 31 no sul da Bahia e que marcou sua participação nos três dias do evento compartilhando o conhecimento adquirido em pesquisas florestais, em novas tecnologias e na parceria com produtores florestais da região.

Uma caminhada de aprendizados

No dia 22, José Henrique Nascimento Junior, gerente de Negócios e Administração de Terras da Veracel, apresentou a palestra “Dinheiro em árvore? Plantar eucalipto é um bom negócio”, que incluiu a linha do tempo da atuação da Veracel na região, focando nas parcerias com produtores rurais, iniciadas em 2003, com a implantação do Programa Produtores Florestais (PPF). “São 19 anos junto com os produtores florestais, uma caminhada que tem trazido muitos aprendizados e grandes parcerias para a empresa”, ressaltou o gerente de Negócios e Administração de Terra da Veracel.

Segundo ele, hoje os parceiros florestais da empresa são responsáveis por cerca 50% do fornecimento de matéria-prima para a fábrica da Veracel. “Esse é um número muito representativo, porque a Veracel acredita na parceria e nos produtores”, disse Nascimento Junior. Essa confiança fez com que a empresa evoluísse na relação de parceria com os produtores rurais, lançando, em 2020, o Programa Aliança, iniciativa de expansão da base florestal, com o objetivo de estabelecer alianças. “Nós acreditamos na parceria e sabemos da importância que tem os produtores da nossa região”, destacou.

O gerente de Negócios e Administração de Terras explicou que o Programa Aliança é direcionado a produtores rurais de municípios do Sul da Bahia que tenham interesse em fazer parceria florestal para o cultivo de eucalipto em suas propriedades. O programa conta com quatro opções de parceria: arrendamento de terra, fomento, compra de terra e compra futura da madeira de eucalipto. “O Programa Aliança é uma oportunidade para os produtores diversificarem os seus negócios”, destacou Nascimento Junior.

Dinheiro em árvore?

“Sim! Como? Plantar eucalipto com a Veracel é um bom negócio”, afirmou Nascimento Junior. Reforçando dados já apresentados por outros palestrantes do fórum, ele reafirmou que o negócio de madeira é seguro e traz rentabilidade para o produtor. Destacou que o produtor rural que quiser participar do negócio Veracel tem a segurança de ter a venda de seu produto garantida, a certeza de recebimento do pagamento e da rentabilidade do negócio. Além de dar todas essas garantias, a Veracel compartilha com os produtores parceiros toda a tecnologia e a inovação desenvolvidas em seu laboratório. “São 30 anos de pesquisa, buscando sempre inovações, com o apoio de universidades e instituições de ensino”, enfatizou.

Investimentos impulsionam desenvolvimento da região

De acordo com o gerente de Negócios e Administração de Terras da Veracel, em 2022 a empresa investiu R$ 81 milhões no Programa Aliança e, para 2023, a previsão é de que o investimento seja de R$ 119 milhões. “É um investimento em compra de madeira, em estradas, em insumos. É um investimento que fica na região e garante o desenvolvimento”, ressaltou. “Esse é o jeito Veracel de ser. Nosso jeito é junto! Junto com parceiros, junto com a comunidade, junto com a ASPEX podemos desenvolver o nosso território”, concluiu Nascimento Junior.

16 anos de ASPEX

Albert Sartori, ex-presidente da ASPEX e atual presidente da Associação de Criadores de Gado de Corte do Extremo Sul, ficou responsável pelo resgate da história da criação da associação, que hoje reúne 72 produtores florestais da região. Sartori lembrou que a ASPEX foi criada em 2006, por produtores que não conheciam a atividade florestal. “Eles acreditaram no negócio que veio de uma oportunidade decorrente de problemas que os pecuaristas e produtores de café vinham sofrendo na região”, lembrou Sartori.

O ex-presidente da ASPEX salientou que naquela época a Veracel já tinha experiência, uma base florestal e tecnologia, mas tinha um desafio, e os produtores viram uma oportunidade nisso e embarcaram nessa viagem pelas garantias que eram oferecidas. “A Veracel flexibilizou e criou infraestrutura. Naquele momento, foi um diferencial para a região, com criação de empregos, implantação de florestas e compra de terras”, contou o ex-presidente da ASPEX.

Sartori lembra que no início os produtores não conheciam muito do negócio, mas a partir do momento que aprenderam, passaram a tratar das negociações. “E a empresa sempre esteve de portas abertas. Sempre houve diálogo”, relembrou.

Compartilhando conhecimento e aprendizado

Além de ser a patrocinadora do Fórum Brasil Agroflorestal, a Veracel participou do evento compartilhando aprendizados por meio de palestras e do Dia de Campo, realizado no dia 23, em uma de suas áreas de plantio em Eunápolis.

Com informações sobre tecnologias e inovações, Fórum Brasil Agroflorestal impulsionou desenvolvimento econômico regional 27

Com informações sobre tecnologias e inovações, Fórum Brasil Agroflorestal impulsionou desenvolvimento econômico regional 28

Na oportunidade, um público de 80 pessoas, entre produtores florestais e estudantes do curso de silvicultura no Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), tiveram a oportunidade de conhecer in loco como a empresa utiliza as novas tecnologias e inovações para melhorar a qualidade e a produtividade dos seus plantios, tornando-os cada vez mais sustentáveis.

Com informações sobre tecnologias e inovações, Fórum Brasil Agroflorestal impulsionou desenvolvimento econômico regional 29

No Dia de Campo foi possível entender um pouco como a empresa prepara o solo para o plantio, como combate e previne a incidência de pragas com o uso de drones e de inimigos naturais. “Nós não poderíamos perder essa vivência empresarial, de mercado, de novidade, de tecnologia. Aqui nossos alunos estão tendo a vivência que não têm na sala de aula”, comemorou Renato Oliveira Prado, instrutor do SENAR Bahia. Ele destacou que, além do Dia de Campo, os estudantes do curso de silvicultura também participaram das palestras oferecidas pelo SENAR e visitaram os estandes do fórum buscando conhecer um pouco mais sobre o setor florestal.

Rodada de Oportunidades

Um dos destaques do Fórum Brasil Agroflorestal foi a Rodada de Oportunidades, promovida pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL). Este ano, segundo Fernanda Moreira, gerente de Negócios do IEL, a rodada foi direcionada a produtores de diferentes categorias produtivas. A iniciativa foi realizada de forma presencial e online, reuniu 15 participantes, entre produtores e empresas, e teve 28 rodadas de negócio, com uma expectativa de negócios de cerca de R$ 82 milhões. A Veracel foi uma das empresas-âncora da Rodada de Oportunidades.

Com informações sobre tecnologias e inovações, Fórum Brasil Agroflorestal impulsionou desenvolvimento econômico regional 30

“Creio que essa rodada de negócios foi superpositiva. Ter a oportunidade de estar olho a olho e trazer as pessoas para conhecer o negócio tem um valor intrínseco muito grande de confiança e relacionamento. O evento foi muito positivo, pois após a pandemia as pessoas estavam querendo se encontrar, conversar, discutir e relembrar. E, muito mais do que isso, estavam querendo pensar no futuro, no nosso território e traçar ações positivas para seguirmos desenvolvendo a região, que tem um potencial tremendo para o agronegócio”, concluiu Caio Zanardo, diretor-presidente da Veracel ao comemorar o sucesso do Fórum Brasil Agroflorestal e da Rodada de Oportunidades.

Fonte: Veracel Celulose

Anúncio

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Próximos Eventos

sáb 17
sáb 24

Previsão do Tempo

Todos os direitos reservados © 2009-2022 - Que Agito. CNPJ:12.054.600/0001-11
Site desenvolvido por Júnior Tavares

Share via