Ligue-se a nós

NOTÍCIA GERAL

Azul interrompe venda de passagens em Teixeira de Freitas por falta de infraestrutura

Publicado

no

Azul interrompe venda de passagens em Teixeira de Freitas por falta de infraestrutura 21

Azul interrompe venda de passagens em Teixeira de Freitas por falta de infraestrutura. Foto: reprodução

A Azul suspendeu a venda de passagens de voos de e para Teixeira de Freitas, na Bahia, a partir de março de 2022. O motivo é a falta de infraestrutura no aeroporto que não conta com dois importantes instrumentos de auxílio à navegação aérea, que não comprometem a segurança do voo mas impactam a operação em caso de mau tempo: o IFR-IMC – procedimento que permite a operação dos voos mesmo em condições meteorológicas adversas – e o PAPI – sistema de luzes que provê auxílio visual da cabeceira da pista do aeroporto.

Com a ausência desses instrumentos, a Azul sofre com a regularidade de seus voos, se vendo obrigada a alternar ou cancelar operações em Teixeira de Freitas todas as vezes em que condições meteorológicas adversas são registradas na cidade.

A decisão de suspender a venda de voos a partir do ano que vem é uma maneira de a empresa solicitar as autoridades locais e à administração aeroportuária a adequação e certificação do aeroporto junto à Anac, possibilitando a manutenção das operações na cidade.

“Segurança é o primeiro e inegociável valor na Azul. Isso significa que atuamos dentro de um rigoroso padrão de segurança operacional e que enfrentamos muitas dificuldades todas as vezes em que há condições meteorológicas degradantes em um aeroporto que não conta com a infraestrutura adequada. Esse é o caso de Teixeira de Freitas, onde a regularidade de nossos voos vem sendo comprometida. Não são raras as vezes em que precisamos cancelar ou alternar um avião, gerando altos custos para a empresa e para o próprio Cliente. Por isso tomamos a decisão de suspender as vendas até que essas melhorias e certificações aconteçam, o que permitirá, inclusive, que possamos melhorar nossa performance e até operar com aeronaves maiores, como Embraer”, destaca Vitor Silva, gerente de planejamento de malha da Azul.

Fonte: https://osollo.com.br/

Anúncio

Publicidade

Previsão do Tempo

Todos os direitos reservados © 2009-2021 - Que Agito. CNPJ:12.054.600/0001-11
Site desenvolvido por Júnior Tavares