Ligue-se a nós

Saúde

Sequelas coronavírus: curados da covid-19 têm perdas dentárias

Publicado

no

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS SEUS AMIGOS

Sequelas coronavírus: curados da covid-19 têm perdas dentárias 22

O jornal The New York Times publicou uma reportagem no dia 26/11 capaz de trazer muita preocupação para sobreviventes da covid-19: no que pode ser mais uma sequela da doença, alguns pacientes atualmente curados relataram a perda de dentes, que caíram das gengivas sem mesmo sangrar.

O periódico ilustra o fato, citando o caso da sra. Farah Khemili que, chupando uma bala de hortelã, perdeu um dente de sua arcada inferior, que simplesmente saiu na sua mão, sem nenhum tipo de sangramento ou dor. Indo ao dentista, ela descobriu que tinha uma perda óssea (atribuída ao hábito de fumar) e foi encaminhada a um especialista para fazer um caro procedimento de reconstrução.

A sra. Khemili, que é de de Voorheesville, nos EUA, sobreviveu a uma luta contra a covid-19 na primavera e, depois de curada, juntou-se a um grupo de suporte online, por passar a sofrer uma série de sequelas, como névoa cerebral, dores musculares e nervosas.

Vendo o sofrimento da esposa, o marido de Farah acessou o Survivor Corp, no Facebook, onde fez uma descoberta assustadora: a fundadora da página, Diana Bent, disse que seu filho de 12 anos havia perdido um dente permanente após um caso leve de covid-19. Nos comentários, várias pessoas que tiveram a doença perderam dentes saudáveis e normais.

O que dizem os especialistas?

Sequelas coronavírus: curados da covid-19 têm perdas dentárias 23

Presidente da organização sem fins lucrativos Angiogenesis Foudation, o dr. William W. Li explicou ao NY Times que os angiologistas têm descoberto alguns sintomas desconcertantes e incapacitantes meses após pacientes se recuperarem da covid-19, entre eles relatos de problemas dentários e perda de dentes.

Como a queda de dentes sem sangue é incomum, reconhece o dr. Li, é possível que algo esteja ocorrendo com os vasos sanguíneos da gengiva, o que pode estar relacionado à ligação do novo coronavírus com a proteína ACE2, que é comum no epitélio do sistema respiratório, mas também nas células endoteliais.

Dessa forma, conclui o especialista, é possível que o vírus tenha danificado os vasos sanguíneos que irrigam os dentes e os mantém vivos. Esses danos poderiam explicar não apenas a perda dos dentes antes saudáveis, mas também a ausência de dor.

Resposta imune excessiva

Sequelas coronavírus: curados da covid-19 têm perdas dentárias 24

NY Times também entrevistou o protodontista Michael Scherer, da cidade de Sonora, que atribuiu a queda dos dentes a uma reação exagerada do sistema imunológico, conhecida como “tempestade de citocinas”, a qual se atribuiu durante a pandemia uma taxa mais elevada de mortalidade.

Conforme o profissional, “A doença gengival é muito sensível a reações hiperinflamatórias, e as sequelas da covid certamente se enquadram nessa categoria”. Nem todos os dentistas, no entanto, concordam com essas informações, e alguns chegam mesmo a rejeitá-las.

Mas médicos, como o dr. Li afirmam que as “surpresas” da covid-19 exigem que os profissionais da saúde trabalhem em conjunto na compreensão dos efeitos em longo prazo da doença.

Fonte: Tecmundo.com.br/The New York Times

Anúncio

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Previsão do Tempo

Publicidade