Raios ultravioleta têm ação de extermínio do Novo Coronavírus

PUBLICIDADE
COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS SEUS AMIGOS

Raios ultravioleta têm ação de extermínio do Novo Coronavírus 1

China tem utilizado o método para desinfetar ônibus e elevadores; medida pode ser adotada para controlar a pandemia no Brasil

Raios UV-C (ultravioleta) conseguem neutralizar o DNA do vírus do Covid-19 o que significam deixá-lo “inofensivo”, já que porque tem potência diferenciada para desinfecção e eliminação do coronavírus. Esses raios estão sendo utilizados na China e na Coreia com sucesso.

Publicidade

Na China, por exemplo, estão sendo usados para desinfetar ônibus e elevadores em horários que não estão sendo usados, sendo um método de alta tecnologia e muito rápido de eliminação de rastro de coronavírus. Submeter-se ao raio por cerca de cinco minutos é o suficiente.

Contudo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que os raios UV não devem ser utilizados para limpar as mãos, já que podem irritar a pele e, inclusive, provocar câncer.

No Brasil 

A indústria brasileira de sinalizadores e balizadores aéreos Frata, que tem seu nome ligado à questão da segurança, está desenvolvendo um produto que utiliza raios UV-C exatamente para ajudar a sociedade na atual situação.

“Percebemos que a população está bastante temerosa e angustiada. Por isso, estamos desenvolvendo este produto que conseguirá eliminar rastros do vírus. O interessante é que este método funciona e já foi confirmado em outros países”, informa o professor mestre em Engenharia Elétrica Michel Rodini. Segundo ele, que está à frente do desenvolvimento do produto, o processo está bastante avançado e faltam alguns poucos detalhes para se colocado no mercado.

Os raios UV-C são muito utilizados nos hospitais para desinfetar os quartos dos pacientes após sua saída. “Isto permite matar os patógenos resistentes aos antimicrobianos, a tuberculose e outros agentes infecciosos”, finaliza o engenheiro.

Fonte: folhavitoria.com.br


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS SEUS AMIGOS

Comentários

Comentários