Estrela de ‘Shippados’, Tatá Werneck fala de seu namoro com Rafa Vitti: ‘Ele mais acerta do que erra’

PUBLICIDADE
Compartilhe nossas matérias nas Redes Sociais

Estrela de ‘Shippados’, Tatá Werneck fala de seu namoro com Rafa Vitti: ‘Ele mais acerta do que erra’ 1

Do dia em que se conheceram até o momento em que se assumiram como um casal, Tatá Werneck e Rafael Vitti levaram pelo menos dois meses amadurecendo a ideia de uma relação a dois. Ele se via como fã da humorista. Ela não aceitava a ideia de namorar um cara bem mais novo — a diferença de idade entre eles é de 12 anos. Embora tenham sido apresentados por um amigo em comum (o ator Gabriel Louchard), e não por intermédio de um aplicativo de relacionamentos, a história amorosa dos atores se assemelha, em parte, à de Rita (Tatá) e Enzo (Eduardo Sterblicth), protagonistas de “Shippados”, série cujos 12 primeiros episódios estão disponíveis no GloboPlay.

PUBLICIDADE

— Quando dei por mim, estava lutando contra um sentimento que já existia. Eu já estava apaixonada. Mas nada acontecia porque eu ainda esperava pelo relacionamento ideal. Só que a minha história com Rafa superou todas as expectativas — relembra Tatá, que aos 35 anos carrega no ventre o fruto desse amor “improvável”.

Conectados e esquisitos — ela é multitraumatizada; ele é metódico —, Rita e Enzo são abandonados por seus pretendentes no meio do primeiro encontro, num bar. E se tornam parceiros, sem perceber que entre eles existe uma grande chance de “dar match” na vida real.

— “Shippados” é uma comédia com toques de drama. Mostra as situações frustrantes, o quanto somos ridiculamente apressados. As relações estão descartáveis, as pessoas têm pressa para encontrar alguém, não dão tempo ao tempo. No intervalo entre o “não dar certo” e o “tentar de novo”, um encontro real, sem armaduras, já pode estar acontecendo — analisa ela, que afirma nunca ter usado aplicativos para fins amorosos: — Sempre emendei um namoro no outro, então nunca experimentei essa onda digital. Mas conversava muito com Rafa pelo Instagram, no início. Lembro que quando ele me viu de biquíni pela primeira vez, soltou: “Seu corpo é muito lindo pra uma pessoa da sua idade!”. No fundo, ele queria elogiar (risos). Mas ele mais acerta do que erra.

Ídolo que se coloca no lugar de fã

Escrita por Fernanda Young e Alexandre Machado, “Shippados” tem a mesma energia de “Os normais”, série que teve sucesso retumbante na Globo de 2001 a 2003.

— Eu era absurdamente fã desse programa, do humor ácido de Rui e Vani. Mas Fernanda Torres e Luiz Fernando Guimarães são lendas, não dá para comparar. Ela está num altar, eu dou só uma enganadinha — brinca Tatá, modesta.

Outro ídolo da atriz e apresentadora é Sandy, de quem Tata virou amiga pessoal depois de uma participação no seu “Lady night”.

— A gente se fala sempre, mas até hoje a ficha não caiu, sabe? Ela é muito adorável! Contei pra ela que estava grávida antes de as outras pessoas saberem. Falei: “Você vai ser tia!” — lembra Tatá, que guarda com carinho a credencial vip que recebeu de Sandy para ir a todos os seus shows como convidada especial, para sempre: — Tenho tudo gravado, não tem como me negar! Nessa turnê com Junior, coitada, está todo mundo pedindo convite… Mas ela já disse que vai me arrumar um lugar muito especial, porque já vou estar com sete meses de gravidez.

Fonte: extra.globo.com

Comentários

Comentários