Coronavírus: China confina mais de 40 milhões de pessoas em 13 cidades; 26 já morreram

PUBLICIDADE
COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS SEUS AMIGOS

Dos 830 casos, 177 são considerados graves, enquanto 34 pacientes estão “curados” e já receberam alta

Cerca de  40 milhões de chineses foram isolados em suas cidades depois da imposição de restrições de transporte em outras quatro localidades para evitar a propagação do coronavírus, que já matou 26 pessoas e contaminou outras 830 no gigante asiático.

Publicidade

Ao todo, 13 prefeituras adotaram medidas de confinamento na região de Wuhan (centro), a metrópole de 11 milhões de habitantes, onde se detectou o vírus em dezembro.

A 26ª morte foi confirmada nesta madrugada e foi a segunda fora da zona considerada o epicentro da epidemia. O óbito ocorreu em Heilongjiang (nordeste), uma província na fronteira com a Rússia, a mais de 1.800 km de Wuhan (centro), onde surgiu a nova epidemia de pneumonia viral.

Dos 830 casos, 177 são considerados graves, segundo a comissão, enquanto 34 pacientes estão “curados” e já receberam alta.

Temor pelo mundo

O Japão anunciou, na madrugada desta sexta (24), o registro de mais uma pessoa infectada pelo vírus. Uma segunda pessoa infectada também foi confirmada na última madrugada na Coreia do Sul.

Há poucas horas, o Cirque du Soleil anunciou o cancelamento de todos os espetáculos na cidade de Hangzhou, na China.

Mesmo diante desse cenário, a Organização Mundial da Saúde (OMS) voltou a considerar prematuro declarar situação de emergência internacional, mas reconheceu a urgência na China, acrescentando que acompanha atentamente a situação.

A OMS admite voltar a reunir uma comissão de peritos para analisar a questão. Até agora não há conhecimento de qualquer caso na Europa.

Muitos aeroportos em todo o mundo já estão adotando medidas de controle dos passageiros procedentes da China.

Com informações do portal UOL e das agências AFP e Agência Brasil

Fonte: bahia.ba


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS SEUS AMIGOS

Comentários

Comentários