Ligue-se a nós

Esportes

Bola da Copa do Mundo precisa ser carregada; descubra o motivo

Publicado

no

Bola da Copa do Mundo precisa ser carregada; descubra o motivo 18

Imagens da bola da Copa do Mundo carregando antes de jogos do Mundial disputado no Catar viralizaram na web nos últimos dias, chamando a atenção dos fãs do futebol. Mas afinal de contas, por que ela precisa ser carregada como se fosse um celular ou qualquer outro dispositivo alimentado por energia elétrica?

A explicação é bem simples e foi dada pela Adidas, responsável pela bola, alguns meses atrás. De acordo com a fabricante da Al Rihla, nome oficial da bola da Copa, a energia é necessária para garantir o funcionamento do sensor de inteligência artificial (IA) de última geração presente no interior dela.

Este pequeno sensor, um dos destaques entre as tecnologias da Copa, é alimentado por uma bateria que tem duração média de 6 horas de uso ativo, autonomia que sobe para até 18 dias quando em modo de espera, como explicou a empresa. Ele fica localizado no centro da bola, em meio a um novo sistema de suspensão responsável manter a sua estabilidade.

Por causa disso, a bola da Copa precisa ser carregada antes de algumas partidas, deixando o chip, que pesa apenas 18 gramas, pronto para funcionar. Como várias delas são necessárias em um mesmo jogo, o sistema é acionado automaticamente naquela que está sendo usada pelos jogadores, no momento.

Auxiliando a arbitragem

O sensor de movimento de unidade de medição inercial de 500 MHz da bola conectada da Copa do Mundo 2022 traz uma “visão sem precedentes” dos movimentos feitos pela Al Rihla, segundo a Adidas. A tecnologia, já testada em outros campeonatos, é usada para auxiliar a equipe de arbitragem de vídeo (VAR) do Mundial.

Foi por meio dos dados fornecidos pelo chip que o árbitro do jogo entre Portugal e Uruguai determinou que o primeiro gol da seleção portuguesa havia sido marcado por Bruno Fernandes e não Cristiano Ronaldo. A tecnologia também pode ajudar a esclarecer vários outros lances duvidosos durante as partidas.

Além de facilitar a tomada de decisões como verificar se a bola entrou ou não no gol, por exemplo, o sistema ainda fornece mais dados e métricas diferentes para uma análise mais ampla dos jogos.

Fonte: tecmundo.com.br

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Eventos Agendados

Previsão do Tempo

Todos os direitos reservados © 2009-2023 - Que Agito. CNPJ:12.054.600/0001-11
Site desenvolvido por Júnior Tavares

Share via