Johnny Depp é acusado de agredir produtor durante gravação de filme

Depois das denúncias de violência doméstica (clique aqui) e outras confusões, Johnny Depp está novamente no centro de polêmicas envolvendo agressão. De acordo com informações da revista “Variety”, o ator é acusado de dar socos em um produtor durante as gravações de “City of lies”, filme ainda inédito, que tem lançamento previsto para 7 de setembro, nos Estados Unidos.

Segundo a publicação, o produtor Gregg “Rocky” Brooks afirma que Depp o agrediu no dia 13 de abril de 2017, quando eles rodavam na parte externa do Barclay Hotel, situado na região central de Los Angeles.

Ele afirma que a equipe tinha permissão para filmar no local até 19h, mas os superiores pediram para ampliar o prazo para que o ator pudesse fazer uma nova versão do mesmo plano com dois amigos. Brooks conta que conseguiu estender o prazo duas vezes, mas que um funcionário da Film Commision exigiu o encerramento das atividades às 23h.

O produtor disse então que ao comunicar o fim do prazo para Johnny Depp, o ator teria dito: “Quem ca….. é você? Não tem direito de me dizer o que eu tenho de fazer!”. Em seguida o artista teria socado Gregg “Rocky” Brooks nas costelas e gritado: “Agora, eu te pago US$ 100 mil para você me socar no rosto!”. As agressões só teria cessado, após os guarda-costas do ator separarem os dois.

O produtor disse ainda ter sentido cheiro de álcool no hálito de Johnny Depp e que três dias depois foi demitido, provavelmente por ter se recusado a assinar um termo de compromisso de não entrar com uma ação na Justiça por conta do incidente.

Fonte: bahianoticias.com.br

Comentários

Comentários