Polícia Militar da Bahia chega a 1.394 PMs infectados e 19 mortos

PUBLICIDADE
COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS SEUS AMIGOS

Polícia Militar da Bahia chega a 1.394 PMs infectados e 19 mortos 1

Além do combate a violência e proteção a segurança dos baianos, os policiais militares da Bahia, há quatro meses enfrentam uma nova missão, a linha de frente na guerra contra o coronavírus. Mas as “baixas” na tropa já alcançam níveis alarmantes, foram 19 vidas perdidas para o Covid-19 e 1.394 policiais militares confirmados com o coronavírus, nos últimos quatro meses. Os dados revelados pela assessoria da PM emitem um alerta e apontam que o coronavírus matou mais policiais militares que a violência, já que somente um PM morreu em confronto nos sete meses de 2020.

Publicidade

Casos como do subtenente da Polícia Militar, Jossonildo Vieira da Silva, 51 anos que faleceu em decorrência de complicações da Covid-19,  neste mês de julho, do capitão  da reserva da PM, Domingos José dos Santos, 64 anos falecido em junho e do capitão da Polícia Militar, Marcelo de Souza Moura, 41 anos, que morreu com o coronavírus em maio, se tornaram recorrentes e as notas de pesar da corporação se multiplicaram, desde o primeiro caso, em março deste ano.

Em junho foram registrados 7 policiais militares mortos pela Covid-19 e em julho esse número se multiplicou para 19 PMs. Os agentes continuam na ativa, dia após dia, na linha de frente, com as novas demandas impostas pela pandemia que são tentar conter a aglomeração de pessoas nos paredões, festas particulares e bares.

Medidas de segurança à vidas dos policiais

A  assessoria da Polícia Militar destaca que  orientou a todos os policiais militares a adotarem medidas de segurança no cumprimento do expediente para se protegerem do novo coronavírus (Covid-19), bem como ficar em casa quando não estiverem de serviço no período da pandemia, além de recomendar a utilizarem  a máscara e o álcool a 70%, adotar cuidados básicos de higiene como lavar bem as mãos.

Durante o expediente é recomendável ao policial abrir os vidros das viaturas; higienizar os equipamentos de proteção individual e os pontos de contato da viatura com hipoclorito, como também; usar a continência como saudação e no caso de abordagens que necessitem contato físico, assim que possível, lavar a mão e evitar tocar no rosto e trocar o uniforme a cada serviço.

A PM, ainda informou que por meio do Departamento de Saúde (DS), criou a Central de monitoramento Covid-19 com o objetivo de orientar e monitorar policiais militares em casos suspeitos  ou confirmados com o novo coronavírus durante este período de pandemia.

O policial militar diagnosticado com a Covid-19 que estiver com sintomas leves também possui direito a se hospedar, de forma voluntária, no hotel alugado pelo Estado para abrigar profissionais da saúde em isolamento, evitando assim transmitir o vírus para a família.

Fonte: http://www.bahiadiaadia.com/


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS SEUS AMIGOS

Comentários

Comentários