Ligue-se a nós

Economia

Gol e Avianca se unem e criam nova gigante da América Latina

Publicado

no

Gol e Avianca se unem e criam nova gigante da América Latina 16

Avião da Gol durante decolagem no aeroporto de Congonhas Robson Fernandjes/AE/VEJA

Fusão das empresas resulta na criação do Grupo Abra; companhias vão continuar operando de forma independente com suas respectivas marcas

A companhia área brasileira Gol e a Avianca, da Colômbia, anunciaram na manhã desta quarta-feira, 11, a fusão das empresas, resultando na criação do Grupo Abra. O acordo deve criar uma nova gigante do transporte aéreo na América Latina.

Embora as companhias passem a ser controladas por um mesmo grupo, elas continuarão operando de forma independente, mantendo suas respectivas marcas e culturas. Também farão parte desse novo grupo a Viva Air, da Colômbia, e Sky Airline, do Chile, ambas empresas low cost da Avianca.

A união vai criar uma maior malha aérea aos passageiros e contribuir com a redução dos custos operacionais. “O Grupo Abra fornecerá uma plataforma para que as companhias aéreas operacionais reduzam ainda mais os custos, obtenham maiores economias de escala, continuem a operar uma frota de aeronaves de última geração, e expandam suas rotas, serviços, ofertas de produtos e programas de fidelidade”, destaca o comunicado. A Gol possui uma frota de 142 aeronaves e a Avianca de mais de 110 aeronaves, sendo líder na Colômbia, América Central e Equador.

Os custos para o usuário também tendem a ser menores em um momento em que os preços estão escalando em decorrência da inflação e dos altos preços dos combustíveis. “Juntas, Avianca e GOL serão a base de uma malha pan-latinoamericana de companhias aéreas com o objetivo de ter o menor custo unitário em seus respectivos mercados, os programas de fidelidade líderes em suas regiões e outros negócios sinérgicos”, diz o comunicado.

O Grupo Abra será uma empresa de capital fechado, com sede no Reino Unido, e terá como CEO o fundador da Gol, Constantino de Oliveira Junior, e a presidência do conselho de administração será comandada por Roberto Kriete, cofundador e maior acionista da Avianca. A fusão ainda está pendente do aval dos órgãos reguladores, mas a expectativa é a transação seja concluída ainda no segundo semestre deste ano.

Fonte: veja.abril.com.br

Anúncio

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Previsão do Tempo

Todos os direitos reservados © 2009-2022 - Que Agito. CNPJ:12.054.600/0001-11
Site desenvolvido por Júnior Tavares

Share via