Moradores do Ponto Maneca em Eunápolis reclamam da pulverização aérea de venenos fortes em fazendas vizinhas

Os moradores da comunidade rural, Ponto do Maneca, no município de Eunápolis, denunciaram na quarta-feira, 12, ao site agazetabahia, a empresa Aeroverde Aviação Agrícola, com sede na rodovia BR 101, Aracruz – Espirito Santo, com base no município de Itabela e pista de pouso na fazenda Lembrance, próximo a localidade, que presta serviço de pulverização aérea de defensivos agrícolas em fazendas daquela região, de estar causando danos a saúde daquela população.

O avião que pertence à empresa Aeroverde tem pulverizado defensivos agrícolas em plantações de mamão, café e banana em propriedades da região do Ponto Maneca, causando poluição e provocando coceira na pele e problemas respiratórios aos moradores. Não temos informações se houve caso mais grave de intoxicação em crianças e idosos.

Alguns moradores como Etevaldo Bahia, Joécio Ribeiro Borges e Luciano Souza de Jesus, que denunciaram o fato acreditam que a poluição causada pelos agrotóxicos pode ter sido intencional, uma vez que, o avião passa próximo às moradias e o vento pode levar o veneno de um lado para o outro. “Estamos com medo do veneno muito forte que é jogado perto da gente, temos medo de que nossas crianças estejam afetadas”, disse Etevaldo.

Especialistas acreditam que as substancias pode comprometer seriamente o fígado, causando câncer, podendo também chegar até mesmo às cisternas que abastecem as casas, riachos, lagoas, plantações e até mesmo afetando os pássaros.

Esses venenos são transportados pelo vento, e pode depositar nos telhados das casas, e quando vem a chuva, a água obtida através das calhas pode estar contaminada.

Nossa reportagem conversou com o diretor da Aeroverde, Sérgio Bianchini por telefone, ele esclareceu que utiliza uma pista de pouso na propriedade Fazendas Reunidas São Jorge do Grupo Lembrance, local onde também reabastece a aeronave, e explicou que sua empresa trabalha dentro da lei, seguindo as regras rígidas determinadas pelos órgãos do Ministério da Agricultura.

Os moradores apontam que a poluição dos agrotóxicos está vindo das pulverizações nas plantações de banana da Fazenda Lembrance. Na verdade, todas as propriedades localizadas naquela região, utilizam agrotóxicos.

Conversamos também com o senhor Lindomar Lembrance, ele explicou que todas as precauções são tomadas e que procura fazer a coisa dentro das técnicas recomendadas e seguindo todos os critérios de segurança.

Como a pulverização aérea ainda é uma pratica nova na região, é necessário que as autoridades observem a operacionalização deste tipo serviço, para que não ocorra dano ambiental e a saúde da população que reside nas áreas vizinhas das propriedades agrícolas.

Aeroverde: mapa mostra afastamento da vila

 Fazendas Reunidas São Jorge do Grupo Lembrance

Fonte: agazetabahia.com

Comentários

Comentários