Mercado Livre lança pagamento em lojas físicas com QR code

12 mil estabelecimentos já instalaram a novidade em parceria com o Mercado Pago

SÃO PAULO – O Mercado Pago, fintech do Mercado Livre (Meli), anunciou neste sábado a criação de uma tecnologia própria de pagamentos para lojas físicas via QR Code. Ele está
disponível a qualquer usuário dos apps do Mercado Pago ou do Mercado Livre no celular e será possível realizar pagamentos nas lojas parceiras utilizando o saldo disponível no site ou através de cartões de crédito cadastrados.

Segundo a empresa, 12 mil estabelecimentos já possuem a novidade, incluindo os restaurantes da rede América na cidade de São Paulo e unidades da Pizza Hut em João Pessoa e Fortaleza.

“Nosso objetivo com o Código QR é oferecer uma nova maneira de realizar pagamentos no Brasil, muito mais fácil e rápida, tanto para quem vende quanto para quem compra. Essa tecnologia já é bastante utilizada em outros países e pode trazer muitas vantagens para o mercado brasileiro”, afirma Tulio Oliveira, diretor do Mercado Pago no Brasil.

Para o lojista, o Meli permite a geração do código de pagamento sem custos. O dinheiro é recebido também através de uma conta na plataforma, automaticamente.

“Estamos com uma proposta de valor bastante atraente para que todo estabelecimento comercial no Brasil possa receber pagamentos com Código QR. Até março de 2019, estamos oferecendo taxa zero para processamento de transações com cartão de crédito e saldo em contas do Mercado Pago”, afirma Oliveira. Para incentivar a adoção da novidade, o Meli irá rodar campanhas de marketing com os nomes das varejistas parceiras.

A mesma tecnologia foi implementada na Argentina há cerca de dois meses. Segundo a empresa, mais de 160 mil lojas e redes já estão aceitando o Código QR como meio de pagamento, incluindo Burger King, Freddo, Havanna e a rede de postos de combustível YPF, além de aplicativos de táxi. A expectativa do Meli é que, até o final do ano, cerca de meio milhão de usuários realizem pagamentos através do Código QR na Argentina, pelos apps do Mercado Livre e Mercado Pago.

Fonte: .infomoney.com.br

Comentários

Comentários