Médicos poderão ser multados por letra ilegível em receitas

Há quem diga, de maneira irônica, que a faculdade de medicina aplica aos futuros médicos uma matéria específica sobre como escrever de maneira inelegível. 

Brincadeiras à parte, um projeto em tramitação na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro pede multa aos profissionais de saúde que não escreverem de maneira minimamente entendível. Segundo o jornal O Globo, a medida pede a médicos das redes pública e privada que datilografem ou imprimam receitas, atestados e pedidos de exames. 

“Uma caligrafia pouco clara pode gerar riscos à saúde e mesmo à vida dos pacientes”, diz o projeto, que tem de passar pelo crivo do prefeito Marcelo Crivella.

Fonte: zerohoranews.com.br

Comentários

Comentários