Participante pode ser expulsa de A Fazenda por mentir sobre transtorno psicológico

PUBLICIDADE
COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS SEUS AMIGOS

Participante pode ser expulsa de A Fazenda por mentir sobre transtorno psicológico 1

A advogada da funkeira MC Mirella alega que a modelo não tem o transtorno e mentiu sobre seu diagnóstico, outros participantes afirmam que ela tem e escondeu da produção

Tida como uma das protagonistas da edição ao lado de Jojo Todynho e Luiza Ambiel, a modelo Raissa Barbosa pode encerrar sua passagem pela 12ª temporada de ‘A Fazenda’ mais cedo do que se imagina.

Publicidade

De acordo com a colunista Fábia Oliveira, do jornal ‘O Dia’, a bela pode ter quebrado uma cláusula do contrato por não ter informado a produção do reality show que teria o transtorno Borderline, que faz com que a modelo mude de humor caso seja descontraída e fique extremamente agressiva e irritada, para em seguida se sentir abandonada e excluída.

Entre os motivos que podem levar a expulsão do programa está: Ações que levam à punição severa ou expulsão: “omitir informações sobre doenças ou sintomas pré-existentes que requeiram cuidados médicos. Qualquer estado de saúde incompatível com a permanência do competidor no programa devidamente atestado por um médico”.

A equipe da peoa ameaçou processar os participantes que estavam agindo de forma abusiva e desproporcional com ela, pelo crime de tortura psicológica. O transtorno que Raissa afirma ter , pode levar o paciente a episódios de automutilação, abuso de substâncias e agressões físicas. O transtorno de personalidade pode ser descrito como um jeito de ser, de sentir, se perceber e se relacionar com os outros que foge do padrão considerado “normal” ou saudável.

“Diante dos fatos que vem ocorrendo na ‘A Fazenda’ envolvendo a participante Raissa Barbosa, no qual os demais participantes de forma abusiva, desproporcional e ilegal afrontam seu estado emocional, moral e sua saúde, cumpre destacar que no momento oportuno serão adotadas as medidas cabíveis, tendo em vista as disposições dos artigos 186, 187 e 927 do código civil brasileiro. Em tempos em que tanto se fala sobre saúde mental, pouco se reflete sobre a psicofobia. A psicofobia acontece quando pessoas com transtornos mentais são tratadas com negligencia e tidas como “loucas”.”

Em resposta a acusação, a ex-BBB Adélia Soares, que também é advogada de MC Mirella, sugeriu que talvez Raissa não tenha borderline e que ela não deveria estar no programa.

“Temos uma participante que se autodeclarou com síndrome de boderline. Primeiramente, não sabemos se ela tem essa doença. Não sabemos porque é uma informação privativa, que só compete a ela e a própria emissora. Digamos que ela não tenha, tudo bem porque aquilo é uma estratégia de jogo dela”.

Na web, os telespectadores assumiram o lado de Raissa, o que fez Mirella ficar por um fio na última roça contra Luiza Ambiel. A funkeira vem sendo atacada pelas ações junto a Biel, Juliano Ceglia e Victória Villarim, e ganhou o apelido de MC 18%, número referente ao total de votos que a artista ganhou dos fãs na berlinda contra Mateus Carrieri e Luiza Ambiel.

Fonte: https://bahia.ba/


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS SEUS AMIGOS

Comentários

Comentários