Prefeitura realiza limpeza de área de descarte irregular de lixos e entulhos no Gusmão

Um grande problema de saúde pública está sendo combatido pela Prefeitura de Eunápolis através de uma ação de Mutirão de Limpeza realizada pela Secretaria de Infraestrutura. Iniciada esta semana pela Rua Divino Lar no bairro Gusmão, a ação visa combater os conhecidos ‘lixões’, locais de descarte irregular de lixos e entulhos.

Segundo o secretário de Infraestrutura, Pedro Bonomo, somente na Rua Divino Lar foram recolhidas toneladas de lixos e entulhos. “No local tínhamos desde pneus e garrafas pet até carros e geladeiras abandonados. Este tipo de ação é um mau costume de uma parcela da população e que afeta diretamente o meio ambiente e a saúde pública, e por isso estamos combatendo, mas precisamos da colaboração de todos”, explicou o secretário.

Para a secretária de Saúde, Stela Souza, esses locais são grandes focos do mosquito Aedes aegypti (transmissor da dengue, zika e chikungunya); ratos; moscas; baratas; escorpiões; cobras; entre outros transmissores de doenças. “Os lixões irregulares são na realidade um grave problema de saúde pública, pois este ato impensado gera uma cadeia de problemas dos quais todos nós, incluindo quem realiza o descarte, seremos vítimas”, explicou Stela.

Ação de combate – De acordo com Pedro Bonomo, os fiscais da Infraestrutura já catalogaram todos os locais de descarte irregular e após serem limpos, haverá uma ação contínua de fiscalização. “Este tipo de ação é ilegal, pois fere a Lei Municipal Nº 409/2001 que nos permite multar os infratores. Por determinação do prefeito Robério primeiro realizaremos ação educativa junto às comunidades próximas aos locais para somente após essa ação iniciar as notificações e multas”, contou Pedro Bonomo.

Preocupado com o aumento de lixões, o prefeito Robério Oliveira determinou que a ação fosse imediata. “Desde o início de minha gestão estamos realizando mutirões de limpeza nos bairros, pois além da valorização destes locais, é uma ação de prevenção em saúde. Este local no Gusmão que limpamos hoje há quatro anos não passava por limpeza ou fiscalização. Era uma queixa grande dos moradores que hoje estão mais tranquilos por não terem um lixão em suas portas. Não podemos deixar que os lixões se proliferem, mas a prefeitura sozinha não pode combater esse problema, precisamos da conscientização de toda a população”, concluiu o prefeito Robério.

Por: SECOM-PME

Comentários

Comentários