Porto Seguro oferece novo tratamento para Hepatite C

O primeiro lote de medicações de ultima geração, as DAD (Drogas de Ação Direta) para tratamento da hepatite C, já está sendo  disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde, em Porto Seguro, no Serviço de Atendimento Especializado Ed Aquino. O medicamento de uso oral apresenta importantes benefícios, entre eles, a redução dos efeitos colaterais para o paciente e o aumento expressivo na obtenção da cura.

O município é uma das referências na assistência aos portadores de HIV/AIDS e hepatites virais no extremo sul da Bahia, contando com a atuação de uma equipe multidisciplinar, coordenada pela Dra Sandra Carvalho, mestre em hepatologia.

 “É a demonstração extremamente relevante que a gestão municipal realiza com comprometimento, no intuito de tratar uma doença com consequências tão graves, que leva à cirrose e ao câncer de fígado. É uma mudança completa de paradigmas no tratamento da hepatite C. Saímos de um esquema que já tinha avançado muito, mas que ainda era baseado no medicamento interferon, tendo pacientes enfrentando situações devido aos efeitos colaterais da droga injetável. Agora, com o uso das drogas de ação direta, a tolerância é muito maior e a eficácia superior”, afirma a secretária de saúde, Edna Alves.

A coordenadora do departamento DST/AIDS e Hepatites Virais, Beatriz Duarte, explica que poucos municípios no Brasil tem disponibilizado a medicação e reforça a participação direta da administração pública em consolidar a disponibilização do novo medicamento.

“É uma grande vitória para todos nós da equipe DST/Aids e Hepatites Virais e queremos agradecer principalmente a Secretária de Saúde, Edna Alves e a nossa prefeita Cláudia Oliveira por nos darem condições de trabalho, por confiar na equipe e acreditar que este sonho seria possível de realizar, com o objetivo de oferecer melhorias no atendimento dos pacientes portadores de hepatite c.  Comemorarmos mais uma vitória que só foi possível pelo espírito empreendedor, persistente, dedicado e comprometido da gestão municipal”, diz. 

Formas de contaminação

A hepatite c é um vírus que se aloja no fígado e o destrói lentamente, levando à cirrose hepática e, na maioria dos casos, ao transplante de fígado. O vírus entra no corpo por meio contato com sangue contaminado. O processo de transmissão ocorre através de alicates de cutícula, seringas contaminadas, relação sexual desprotegida, tatuagens feitas sem a esterilização correta das agulhas, uso de seringas de vidro sem esterilização correta.

Secretaria Municipal de Saúde

Ascom-Prefeitura de Porto Seguro

Comentários

Comentários