MC Loma processa empresário por cachê: “Estou desesperada”; produtora nega

A cantora pernambucana MC Loma, 15, está movendo uma ação contra a Start Music, produtora paulista especializada em funk que desde fevereiro gere sua carreira. Segundo a ação, o empresário Marcelo Fernandes é acusado de não repassar o valor correto dos cachês à artista.

Com cachê de R$ 20 mil em média por show, a cantora reclama que recebe apenas R$ 3.000 por apresentação e que está passando por dificuldades financeiras.

“Foram tantos planos que criamos, tantas dificuldades que passamos. E hoje eu só posso lembrar dos bons momentos. Acreditei, confiei e me decepcionei”, lamentou a cantora nas redes sociais. Em outro post no Instagram, afirmou: “Eu estou apavorada, eu estou desesperada”.

O trio MC Loma e as Gêmeas Lacração começou a carreira em fevereiro, quando emplacou o brega-funk entre as músicas mais ouvidas na internet. Antes mesmo de o hit “Envolvimento” viralizar no Carnaval, elas foram contratadas pela Start Music.

Ao UOL o empresário Marcelo Fernandes, dono da produtora, afirmou que recebeu a notificação com surpresa. “Está chato ouvir dos fãs dela que estamos roubando”. Segundo ele, o repasse mensal para Loma e as gêmeas Mariely e Mirella Santos segue como foi acordado em contrato, o que daria em torno de R$ 20 mil por mês para cada uma.

“É uma matemática simples. Com um cachê de R$ 15 mil, por exemplo, 40% é nosso e 60% é delas. São R$ 9.000 dividido entre as três artistas. Eu tenho um contrato a parte com cada uma”, afirmou. No caso das reproduções das músicas nas plataformas de streaming, segundo ele, o trio fica com 50% dos royalties.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

❌❌❌❌🚫🚫🚫🚫 Deus tu conhece meu interior e também ver toda minha dor, to ansioso Deus. Deus meu coração tá acelerado e quase todo dia ele fica angustiado me socorre Deus. Deus tu disse que em minha vida ia cumprir e eu não consigo nem me levantar daqui oh meu senhor. Deus tu disse que do outro lado eu ia cantar mas com essa dor eu não consigo nem me movimentar me socorre Deus!! Eu estou apavorada, eu estou desesperada e vim aqui pra a gente conversar, hoje eu vim aqui pra dizer pra ti vem me ajudar, do chão vem me tirar eu estou desacreditada, eu estou desesperada só sinto vontade de morrer, vem me socorrer e hoje eu vim aqui pra dizer toda a verdade meu coração não tem mais fé, eu não consigo nem ficar de pé eu te magoei até te entresteci, mas mesmo desse jeito eu me rendo e hoje eu vim aqui pra dizer o que eu estou sentindo, a minha mente está se dividindo, meu coração está partindo estende tua mão enquanto eu tiver em adoração pois os te adorando eu me sinto feliz 🙇🏻‍♀️

Uma publicação compartilhada por Mc Loma e as Gêmeas Lacração (@mclomaofficial) em

Fernandes afirma que os valores sempre foram depositados na conta de Loma, monitorada pela mãe da cantora. “Ela não tem mais nenhum gasto com casa, roupa e clipes, tudo isso é investimento da Start”. E exemplifica: “Até o mês passado, Paloma, Mariely e Mirella viviam em um apartamento da produtora. Ela me procurou dizendo que queria se mudar e achamos que estaria tudo bem”.

O caso começou a degringolar em agosto, quando dois shows do trio foram cancelados porque a cantora não estava matriculada em uma escola, condição indispensável para o alvará de trabalho à menor de idade.

Após o episódio, a cantora se matriculou em uma escola pública. No entanto, ainda sem o alvará em mãos, a produtora cancelou toda a agenda de apresentações até o fim do ano. No total, foram 20 shows desmarcados. Fernandes afirma que o compromisso com a escola era responsabilidade da família.

“A gente quer se entender, se acertar, a intenção nunca foi prejudicá-la. Não queremos que ela saia da Start. Nenhum artista fica rico da noite para o dia”, afirmou o empresário.

Procurado pelo UOL, o trio não respondeu à reportagem.

Fonte: entretenimento.uol.com.br

Comentários

Comentários