“Eu me arrependo como pai, mas ele terá que pagar o preço”

O presidente eleito Jair Bolsonaro se pronunciou sobre o caso que envolve seu filho, Flávio Bolsonaro e o ex-assessor Fabrício Queiroz. Durante entrevista ao Bloomberg ele afirmou que se as irregularidades forem comprovadas, Flávio deverá “pagar o preço”. A entrevista foi gravada em Davos, onde Bolsonaro participa do Fórum Econômico Mundial 2019.

“Se por acaso ele errou, e isso foi provado, eu me arrependo como pai, mas ele terá que pagar o preço por essas ações que não podemos aceitar”, afirmou.

Esta foi a primeira vez que o presidente falou sobre a investigação das movimentações bancárias entre Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz, apontado por um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Durante a entrevista, o presidente eleito afirmou também que seu governo está se esforçando para modernizar o bloco comercial sul-americano Mercosul: “Um país do tamanho do Brasil não pode ser retido pelo Mercosul para fazer comércio com o resto do mundo”.

Ele citou ainda que os esforços para o país dar certo tem relação com a volta da esquerda à presidência: “O Brasil tem que dar certo. Se não, a esquerda vai voltar e não saberemos o destino do Brasil, talvez se torne mais parecido com o regime que temos na Venezuela.”

Fonte: http://varelanoticias.com.br

Comentários

Comentários