Alerta é do TRE da Bahia, que listou também outros prejuízos previstos pelo artigo de número 7, do Código Eleitoral

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) informa aos 5.290 eleitores de Itapebi e Itagimirim que ainda não fizeram o recadastramento biométrico, que o prazo para a realização do procedimento está chegando ao final. Aqueles que não fizerem a biometria eleitoral até o dia 31 de janeiro de 2018 sofrerão as sanções previstas no artigo 7º do Código Eleitoral. 

Nas cidades de Itapebi e Itagimirim, que pertencem à 188ª Zona Eleitoral, a revisão do eleitorado com informações biométricas está em fase obrigatória e aquele eleitor que não realizar o procedimento terá o título cancelado. 

Com isso, além da suspensão do Bolsa Família, o cidadão poderá sofrer outros impedimentos, tais como: problemas para emissão e manutenção de passaporte, não receber aposentadoria ou pensão paga pelo Governo Federal, não realizar matrícula em instituição de ensino superior, deixar de tomar posse em cargo público, além de outras restrições. 

Em Itapebi, dos 8.336 eleitores, 5.266 (63,17%) realizaram o recadastramento. Assim, 3.158 continuam em débito com a Justiça Eleitoral. Já em Itagimirim, o número de eleitores é de 6.388. Desses, 4.168 (65,25%) procuraram o posto eleitoral e realizaram o procedimento. 

Nos municípios, há postos de atendimento para os eleitores. Em Itapebi, a unidade funciona junto ao SAC, na Rua Vicente Barreira, s/n, centro, e, em Itagimirim, o posto fica na Rua São Domingos, nº 19, Centro. Ambos funcionam de segunda a sexta, das 7h às 17h. 

O recadastramento biométrico pode ser feito também no Fórum Eleitoral de Eunápolis, localizado na Av. Alexandria, 200, Loteamento Parque residencial, (ao lado do Posto dos Taxistas), Dinah Borges, das 7h às 17h. 

Veja documentos necessários para fazer o recadastramento biométrico

Fonte: TRE-BA

Comentários

Comentários